GI LUERSEN

Ask me anything   Com imagens de eventos cotidianos e expressões poéticas pesadas e inusitadas, a artista propõe uma maneira de pensar a canção a partir da sonoridade crua com o violão de cordas de aço e a construção poética essencialmente narrativa e melancólica.

ESTREIA DO PROJETO ‘ALIMENTADORES DA REGIÃO’

ESTREIA DO PROJETO ‘ALIMENTADORES DA REGIÃO’

— há Há 3 semanas com 1 nota
#curitibacool  #Curitiba  #museu oscar niemeyer  #MON  #música  #subtropicália 
Que inda posso
Que inda posso
Que inda posso
Ir bem mais.
— há Há 2 meses com 1 nota
#caetano veloso 

Neste programa Gi Luersen apresenta a música “Segundo Nichele” ao vivo no Studio Tenda.

Gi Luersen - violão e voz
Asaph Eleutério - ovinho

http://www.soundcloud.com/giovanaluersen
http://www.gi-luersen.tumblr.com
http://www.subtropicalia.com.br
contato.giluersen@gmail.com

Imagens - Lyrian Oliveira
Som - Mario Oliveira
Edição - Cafuringa
Realização - Studio Tenda

http://www.facebook.com/studiotenda

Música: Segundo Nichele
Autora: Gi Luersen

Eu preciso dar vazão a essa parte quase inacessível do meu coração.
Carne e mais osso. Beijo pobre, mas longo. Logo, no seu pescoço quase infantil.
Nessa sexta-feira sob uma névoa, me foi alertado com desconfiança e toda a certeza:
Que eu não explodo quando rio. Não gargalho quando sorrio e finjo.
Segundo Nichele, devo me inteirar sobre os possíveis males que esse pássaro irá me causar.
Se eu insistir eu confortá-lo, sem estar habilitada a uma gargalhada.

— Há 2 meses
#subtropicalia  #gi luersen  #curitibacool 

Teatro Londrina - Memorial de Curitiba | 30/11/13
Com Ninguém, Gi Luersen, Bella Prado e Miniconto.

— Há 4 meses
#curitiba  #curitibacool  #subtropicalia  #gi luersen 
É neste sábado. Vamos chegar!
Rua Doutor Claudino dos Santos, 79 - São Francisco, Curitiba - PR,

É neste sábado. Vamos chegar!

Rua Doutor Claudino dos Santos, 79 - São Francisco, Curitiba - PR,

— há Há 4 meses com 2 notas
#Curitiba  #subtropicália  #curitibacool 

Parei de Pensar #10

junho/julho 2013

— há Há 4 meses com 5 notas
#zine  #Curitiba  #subtropicália